menu
Acessibilidade

Campanha do Agasalho já arrecadou 1,9 tonelada de roupas de frio, cobertores e calçados

última modificação - 07/07/2022 às 3:23:15

A Campanha do Agasalho 2022 da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com a Mobi-Rio (BRT), arrecadou até agora 1,95 tonelada de roupas de frio, cobertores e calçados. Iniciada em 18 de maio, quando os termômetros rondavam os 10 graus, ela continuará aberta a doações até a primeira quinzena de agosto, pelo menos, em que há previsão de o frio polar do fenômeno La Niña – o mais intenso nos últimos 23 anos – continuar nesse período no Rio.

Habitualmente, o número médio diário de atendimentos da Assistência Social é de 300 pessoas em situação de rua. Nesses 49 dias, as equipes chegaram a atender quase 600 pessoas por dia. Foi um total de 21.540 atendimentos e 2.781 acolhimentos em abrigos da Prefeitura, em vários pontos da cidade. Além da distribuição de 4.284 refeições.

– Tanto a Campanha do Agasalho, como a operação especial de acolhimento de população em situação de rua por causa do frio intenso, foram antecipadas este ano pela Secretaria. E estamos contando com a participação da sociedade civil – ressaltou a secretária municipal de Assistência Social, Maria Domingas Pucú.

Começou a funcionar nesta quarta-feira (6/7), na Casa Social de Cáritas, das 19h às 7h, o espaço de acolhimento provisório para pessoas em situação de rua acompanhadas pelo CREAS Janete Clair, no Méier. São 20 vagas para pernoite, com oferta de jantar, itens de higiene, acesso a banho, roupas limpas, e café da manhã. Com possibilidade desses acolhidos entrarem em cursos de qualificação profissional oferecidos pela entidade.

O CREAS (Centros de Referência Especializados de Assistência Social) Zilda Arns Neumann, em Campo Grande, e o Centro POP Bárbara Calazans, no Centro, que funcionando 24 horas, além de peças de combate ao frio, estão disponibilizando também alimentação e água. O CREAS Maria Lina de Castro Lima, no Flamengo, e o Espaço de Acolhimento Provisório (EAP), em Botafogo, funcionam, alternadamente, das 8h às 19h, e das 19h às 8h, oferecendo 12 vagas. Toda a rede está oferecendo 120 vagas a mais de acolhimento.

A SMAS tem hoje um total de 2.600 vagas nas redes pública e conveniada, em 53 unidades de acolhimento. O número de vagas disponíveis varia diariamente, de acordo com a demanda que vem das ruas. Hoje há 2.219 pessoas acolhidas nos abrigos.

A Mobi-Rio entrou logo no início na Campanha do Agasalho, e disponibiliza caixas coletoras de agasalhos nas estações Marechal Fontenelle (Transolímpica), Mato Alto e Taquara. Outros parceiros da sociedade civil também estão recebendo doações: Rio Scenarium (Rua do Lavradio, 20, Centro), SindRio (Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio – Praça Olavo Bilac, 28, 17. andar), Maguje (Rua Jardim Botânico, 1003, Jockey Club) e Mercado São Sebastião (Rua do Arroz, 90, Penha Circular). Mais informações pelo 1746.

Postos de acolhimento de população de rua e de coleta de doações abertos 24 horas

CREAS Zilda Arns Neumann
Rua Cândido Magalhães, 88, Campo Grande

Centro POP Bárbara Calazans
Rua República do Líbano, 54, Centro

Horários diferenciados
Espaço de Acolhimento Provisório (EAP)
Rua Sorocaba, 595, Botafogo
Das 19h às 8h

CREAS Maria Lina de Castro Lima
Rua São Salvador, 56, Flamengo
Das 8h às 19h

Casa Social de Cáritas
Rua Rio Grande do Sul, 10, Méier
Das 19h às 7h

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app