menu
Acessibilidade

Galpão das Artes da Comlurb prorroga exposição com obras em ferro e arames de Jorge Chaves

última modificação - 13/05/2022 às 5:49:25

O Galpão das Artes prorrogou até o dia 27 de maio a exposição A-Fora: Anotações Para Um Novo Tempo, do artista e filósofo Jorge Chaves. Lançada em 12 de março, esta foi a primeira exposição presencial do Galpão desde o início da pandemia. A previsão de término era 20 de maio. A escolha de reabrir o espaço com as obras de Jorge Chaves não foi por acaso. A primeira exposição do artista foi também no Galpão, em 2016.

Jorge apresenta esculturas produzidas a partir do reaproveitamento de ferro e arame, recolhidos nas ruas ou jogadas no lixo em oficinas de ferragens, além de pedras diversas e tijolos. Artista autodidata, ele pauta seus trabalhos por reflexões sociais, e os materiais usados nas obras simbolizam o que ele considera uma forma de resistência em tempos nebulosos, com o advento da pandemia e agora guerra.

As peças podem ser vistas como arte-escultura para serem contempladas ou como objetos utilitários. Entre as obras, o artista mostra, por exemplo, um aro de metal e uma haste improvisada que ele transformava em brinquedo quando criança, e uma escultura de pedras, chamada plêiade, em que homenageia os mortos por Covid-19. Há ainda uma série de dez pinturas em nanquim como um caderno de anotações do registro do tempo atual.

A exposição tem curadoria dos professores da UniRio Celso Sanches, doutor em Ciências Naturais, e Paulo Fonseca, mestre em Arquitetura, além de Bárbara Palacine, bióloga, fotógrafa, educadora e doutorando em Psicossociologia na UFRJ.

 

Serviço:

Exposição gratuita
Endereço – Avenida Padre Leonel Franca, s/n, na Gávea, embaixo do Viaduto Lagoa-Barra.
Horário – 10h às 16h
Visitação – Até 27 de maio, de segunda a sexta-feira.

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app