menu
Acessibilidade

Grupo Cantareiros faz a alegria dos pacientes no Hospital Maternidade Maria Amélia

última modificação - 13/05/2022 às 6:17:20

O silêncio nas alas do Hospital Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda foi substituído por muita música, sorrisos e dança na manhã desta sexta-feira (13/5). A maternidade, que comemora nesta data seus 10 anos de funcionamento, se tornou o palco do grupo Cantareiros, projeto social criado por cantores voluntários com o objetivo de levar alegria, amor e música para hospitais, casas de repouso e demais instituições.

A visita ao Maria Amélia marcou o retorno do grupo aos hospitais, uma vez que as atividades haviam sido reduzidas a lugares mais amplos devido à pandemia de covid-19. O presidente e idealizador do grupo, Jules Vandystadt, explicou como a arte auxilia na recuperação dos pacientes:

 

– O que a gente faz, de levar música para as pessoas, sobretudo a música vocal, é uma maneira de humanizar os tratamentos hospitalares, porque você coloca a arte junto. A vibração sonora da música é muito curativa, cura a emoção, o corpo emocional.

 

No momento em que os Cantareiros passavam pelos corredores, alguns pacientes não puderam conter as emoções. Muitos sambaram, bateram palmas e trocaram abraços entre si. As apresentações contaram com canções de sucesso, como “Imagine”, de John Lennon e “O que é, o que é?” de Gonzaguinha.

A paciente Daniele do Nascimento Azevedo, de 34 anos, acredita que a iniciativa ajuda muito na recuperação das pessoas:

 

– O pessoal está no hospital, todo mundo querendo ir para casa, e é uma forma de acalentar os corações. Esse projeto eu ainda não tinha visto, já vi os Doutores da Alegria algumas vezes em outros hospitais, mas gostei muito desse também. As vozes são muito doces.

 

Criado em 2007, o grupo Cantareiros atua na cidade do Rio de Janeiro e municípios vizinhos e já conta com quase 500 visitas ao longo dos 15 anos da organização. As apresentações são compostas por canções em arranjos vocais de vozes mistas, a capela ou acompanhados por instrumentos, que falam de amor e trazem mensagens positivas.

 

Hospital Maternidade Maria Amélia completa 10 anos com 48 mil partos

Converse com a Central 1746 pelo WhatsApp

Importante:

O portal não funciona corretamente no Internet Explorer. Recomendamos a utilização de navegadores como o Chrome ou Firefox.

Baixe o app